x

Processando...

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Notícias

Voltar

Black Friday: vale mesmo a pena?

24/11/2015

-

SP-PREVCOM

Foto: Agência USP

A próxima sexta-feira (27) é dia de Black Friday, data na qual muitas lojas aproveitam para oferecer descontos tentadores com o intuito de adiantar as compras de Natal. Mas antes de abrir a carteira, é preciso tomar alguns cuidados. Muitos consumidores se empolgam com os descontos e acabam comprando mais do que precisam e, pior, do que podem pagar. 

Vivemos um momento de crise econômica. Tenha cautela e de forma alguma deixe que os seus projetos de médio e longo prazos, como é o caso da aposentadoria, sejam prejudicados pela euforia das promoções. Para ajudá-lo a evitar dívidas indesejadas e empecilhos no alcance dos seus planos de vida, listamos três dicas para se preparar para o Black Friday:

1)      Defina um orçamento

É muito fácil se deixar levar pelas megapromoções quando não definimos um limite de gastos. Quem já faz um orçamento mensal, basta verificar quanto foi destinado para esta ocasião e para o servidor que ainda não o faz, esta pode ser uma boa oportunidade para começar. Lembre-se: por maior que seja o desconto, se o gasto não está previsto no orçamento, é excessivo. Se não há dinheiro previsto para este dia de liquidação, é preciso resistir à tentação. Não vale a pena fazer uma nova dívida para se beneficiar de um desconto.

2)      Faça uma lista de compras

Outra pergunta importante: você já definiu uma compra específica? Se ainda não, o melhor é fazer uma lista e evitar compras por impulso. Já com a lista à mão, é hora de se perguntar se você realmente precisa daquele produto e se o compraria se estivesse com o preço normal. Se a resposta for não, o exclua de sua relação. 

3)      Compare os preços com antecedência

Se você já tem em mente uma compra em particular, comece desde já a pesquisar o preço deste produto e imprima as ofertas para evitar fraude nos descontos ou aumento dos preços às vésperas da promoção. Verifique se é mais barato comprar na loja física ou online e lembre-se de prever os custos com frete. 

4)      Pense em como você vai pagar

É importante você definir antes das compras como irá pagá-las. Use o seu cartão de crédito apenas se tiver certeza de que poderá pagar o total da fatura (os juros do cartão alcançaram 414% ao ano - dados do Banco Central em setembro deste ano). Priorize as compras à vista em dinheiro ou com cartão de débito. Parcelas e o uso do cheque especial também significam que você vai perder dinheiro com juros elevados. Faça as contas e tenha certeza de que o que você vai pagar de juros não é mais do que o desconto obtido.

5)      Conheça os seus direitos

Todas as normas do Código de Defesa do Consumidor valem durante a Black Friday. Consulte-o através do link: http://www.procon.sp.gov.br/pdf/CDC12014.pdf. Quem se sentir prejudicado de alguma forma, poderá procurar o Procon-SP que realizará um atendimento em tempo real durante as 24h do dia 27/11. Telefone: 151 (município de São Paulo) ou pelo site: http://sistemas.procon.sp.gov.br/procon/atendimento.asp